PRADAM

Imagem

Projeto de Recuperação de Áreas Degradadas na Amazônia

 

Primeira parceria do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural com a Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO), o Projeto de Recuperação de Áreas Degradadas na Amazônia (PRADAM), dissemina práticas de Agricultura de Baixo Carbono (ABC) na região amazônica.

O PRADAM está sendo desenvolvido pelo SENAR com outros dois parceiros: o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e a Embrapa. O SENAR é responsável pela capacitação de 60 técnicos de assistência técnica pública e privada dos estados de Rondônia, Acre, Amazonas, Mato Grosso, Pará e Maranhão nas tecnologias produtivas adaptadas ao Bioma Amazônia e em sua metodologia Assistência Técnica e Gerencial (AteG).

São dois módulos de capacitação, um direcionado para as tecnologias Sistema Plantio Direto, Recuperação de Áreas Degradadas, Florestas Plantadas e Sistemas Agroflorestais, dentre eles a Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF), realizado em parceria com a Embrapa – e outro na metodologia de Assistência Técnica e Gerencial do SENAR e em Ferramentas Gerenciais.

Outra ação do PRADAM é a mobilização de pelo menos 1.000 produtores em 10 eventos de sensibilização sobre a adoção de tecnologias sustentáveis no Bioma Amazônia.

Veja a programação preliminar:

 

 

 

Encontre o Gestor do PRADAM por UF.

Projeto de Recuperação de Áreas Degradadas na Amazônia (PRADAM)

 

 

 

Para conhecer outras tecnologias de Agricultura de Baixo Carbono, acesse o blog ABC no SENAR: http://www.senar.org.br/abcsenar