Sindicato Rural e Senar-MT capacitam profissionais para o setor de tecnologia de precisão

02/04/2018

A demanda dos treinamentos no setor de máquinas agrícolas vem crescendo, consideravelmente, em todo Mato Grosso e, não é diferente nos municípios que compõe a Regional do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar-MT) Querência. Em 2017 mais de 800 pessoas foram qualificadas só no setor de máquinas agrícolas nos municípios que compõe esta regional. Para 2018 já foram aprovados 35 treinamentos para este setor. A expectativa é que este número dobre até o final do ano com a demanda de eventos não planejados.

O Sindicato Rural de Canarana, em parceria com o Senar-MT, realizou entre os dias 19 e 23 de março o treinamento de tecnologia de precisão em máquinas agrícolas. Com 10 participantes, a parte pratica da capacitação aconteceu na fazenda Gaivota de propriedade do produtor Alex Wishc que fica a cerca de  26 quilômetros do centro de Canarana. De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgado, em 2017, o município tem cerca de 20 mil habitantes e vem se destacando no cenário por possuir grande potencial agropecuário.

O instrutor credenciado junto ao Senar-MT, Ramón Florencio Ruiz Paiano, tecnólogo em mecanização e em agricultura em precisão, conta que o principal objetivo desta capacitação é que os participantes têm a oportunidade de saber como se opera as tecnologias utilizadas nas máquinas agrícolas e a importância destas tecnologias para o avanço da agricultura. "Neste treinamento realizado em Canarana tivemos um público bastante diversificado incluindo operadores e também pessoas que buscam ingressar na atividade, mas isso não interferiu no treinamento, pois percebi que os alunos tiveram o mesmo desempenho", enfatizou.

Deilton Gonçalves de 35 anos, um dos participantes que já é operador profissional há cinco anos, conta que resolveu fazer o treinamento em busca de aprimorar seus conhecimentos e se preparar para as novas tecnologias. Já Leonardo Bento dos Santos, de 35 anos, trabalha como vigilante e quer mudar de profissão. Santos acredita que a qualificação profissional é a melhor forma para conseguir ingressar na profissão.

O conteúdo inclui assuntos como treinamento de tecnologia de precisão em máquinas agrícolas, computador de bordo, banco de dados de agricultura de precisão, sistemas de coordenadas, Instalação e uso de equipamento e operação do piloto automático. O treinamento tem carga horária de 40 horas, vagas para até 15 participantes e é indicado para profissionais que já atuam na área ou para quem pretende ingressar na profissão.

Interessados em participarem dos treinamentos oferecidos pelo Senar-MT em parceria com os Sindicatos Rurais devem entrar em contato com os sindicatos de seu município para saber se há turmas previstas e se há vagas.  Para saber mais sobre os treinamentos do Senar-MT acesse: www.senarmt.gov.br

Assessoria de Comunicação Senar-MT