SENAR/MT e parceiros capacitam reeducandos da Cadeia Pública de Jaciara

09/06/2017
Foto autorizada pelos reeducandos e pelo diretor da Cadeia Publica de Jaciara Foto autorizada pelos reeducandos e pelo diretor da Cadeia Publica de Jaciara

Sala de aula, biblioteca, marcenaria, equipamentos para produção de biojoia, uma horta e a união de vários órgãos, entidades e instituições. Todos trabalham para um mesmo objetivo: ensinar uma atividade ou uma profissão para os reeducandos da Cadeia Pública de Jaciara. O resultado é o aumento constante da demanda de serviço para o setor de marcernaria.

Esta semana, 12, do 93 reeducandos da Cadeia Pública de Jaciara, concluíram o treinamento de aproveitamento de resíduos de madeira ofertado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (SENAR/MT), Sindicato de Produtores Rurais, Prefeitura de Jaciara e outros parceiros. O resultado de três dias de trabalho foi dezenas de peças com uma beleza diferenciada.

O diretor da Cadeia Pública, Ricardo Simplício dos Santos conta que o projeto Escola de Formação Continuada é composto por cinco pessoas. "Esse é um trabalho rotativo. Nós temos o espaço, a estrutura e as máquinas. Os detentos que já fazem parte da escola dividem seu conhecimento com aqueles que vão chegando".

Trabalho não falta. "Depois de receber a solicitação do trabalho, lançamos o desafio para os reeducandos. É uma marcenaria escola que tem como principal objetivo promover o aprendizado", enfatiza o diretor.

E essa parceria que levou o treinamento de aproveitamento de resíduos de madeira para os reeducandos começou de uma forma muito especial. Eles fizeram peças para presentear as mães. Como a mobilizadora do Sindicato de Produtores Rurais, Marluce Andrade Gomes faz parte do Conselho da Comunidade da Comarca de Jaciara, os reeducandos fizeram uma peça especial para ela.

Como ela não pode participar da homenagem, o diretor foi entregar a peça no Sindicato Rural. "Me surpreendi com tudo o que o SENAR-MT tem para oferecer. Vi um trabalho intenso e focado para levar qualificação e capacitação para o homem do campo. E foi assim que surgiu a ideia do treinamento".

O resultado positivo fez com que o diretor da Cadeia Pública de Jaciara participasse da Reunião Anual realizada pelo SENAR/MT, Sindicato Rural e parceiros para conhecer melhor os treinamentos e fazer a sua solicitação para 2018. "Vamos pedir treinamentos na área de olericultura e todos aqueles que de uma forma ou de outra possa ensinar uma atividade para estas pessoas".

O encerramento do treinamento ofertado pelo SENAR-MT e parceiros teve a presença da equipe de representantes da instituição, da prefeitura de Jaciara, presidente do Sindicato de Produtores Rurais de Jaciara, Ereno Giacomelli dos Santos, a mobilizadora Marluce Andrade Gomes e diversas outras pessoas.

Assessoria de Comunicação do SENAR/MT
www.sistemafamato.org.br