SENAR/ES e Sebrae/ES firmam parceria na ordem de R$ 3 mi

14/06/2017

O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural do Espírito Santo (SENAR/ES) propôs ao Sebrae/ES um convênio na ordem de R$ 3 milhões para a realização do projeto Terras Sustentáveis, que visa o atendimento a 600 produtores rurais que têm propriedade na área da bacia hidrográfica do Rio Doce.

Serão beneficiados produtores rurais localizados nos municípios de Afonso Cláudio, Águia Branca, Alto Rio Novo, Brejetuba, Baixo Guandu, Colatina, Itaguaçu, Itarana, Jaguaré, João Neiva, Laranja da Terra, Linhares, Mantenópolis, Marilândia, Nova Venécia, Pancas, Rio Bananal, Santa Tereza, São Domingos do Norte, São Gabriel da Palha, São Mateus, São Roque de Canaã, Sooretama e Vila Valério.

O Terras Sustentáveis, lançado na primeira semana de junho, tem como objetivo contribuir para o desenvolvimento e fortalecimento sustentável das propriedades rurais, através da aplicação da ferramenta ISA (Indicadores de Sustentabilidade em Agroecossistemas) e levantamentos de gestão, incluindo dentro do projeto o Programa de Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) do SENAR/ES.

O programa ATeG vai atuar nas propriedades rurais de forma continuada, e englobará todos os processos da cadeia produtiva da propriedade, possibilitando a realização de ações efetivas nas áreas econômica, social e ambiental, e os processos de gestão de negócio, buscando proporcionar a evolução socioeconômica da família e da comunidade.

A superintendente do SENAR/ES, Letícia Simões, destaca a importância das parcerias para a realização do Terras Sustentáveis. “Ter entidades parceiras e dispostas a executar ações em prol do desenvolvimento dos nossos agricultores é muito importante. Agradeço em nome do Sistema FAES/SENAR-ES o grande esforço do Sebrae/ES, dos Sindicatos Rurais e parceiros, em prol de um agro mais sustentável”, afirma.

Dados
Conforme dados do Censo Agropecuário de 2006 realizado pelo IBGE, 77,8% dos estabelecimentos agrícolas nunca receberam assistência técnica, e 12,8% receberam ocasionalmente, assim, 90,6% do total de propriedades agrícolas não recebem assistência técnica de forma continuada.

Assessoria de Comunicação do Sistema FAES/SENAR-ES
Fotos: Sebrae/ES
http://www.faes.org.br