Senar Paraíba vai atender 7 mil pessoas em 2018

26/01/2018

O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural da Paraíba tem a previsão de atender cerca de 7 mil pessoas pessoas durante o ano de 2018. Esse número se divide entre ações de assistência técnica e gerencial, educação formal, aprendizagem rural e ainda treinamentos de profissionalização, que somam 6.730 pessoas, além das orientações oferecidas em eventos.

“Não queremos focar apenas na quantidade, mas sim aproveitar a oportunidade de integrar o nosso trabalho na assistência técnica aos cursos e treinamentos que já oferecemos. Com certeza o produtor rural será bem contemplado com essa estratégia”, defende o superintendente do Senar, Sérgio Martins.

A novidade deste ano é o serviço de assessoria social prestada por meio da ATeG/Procase ações do Senar. Ela consiste na assistência técnica do Projeto de Desenvolvimento Sustentável do Cariri, Seridó e Curimataú. O chefe do Departamento de Assistência Técnica e Extensão Rural, Gabriel Petelinkar, explicou como o produtor será beneficiado pelo programa.

“Nós trabalhamos com 23 associações e cada uma delas tem um projeto único que visa beneficiar a comunidade. É um trabalho coletivo que envolve a assistência técnica, oficinas, encontros, intercâmbios, dias de campo, visitas técnicas e palestras, mas também individual. Isso é feito para que possamos aumentar a atividade do produtor rural e que ele se fortaleça dando as ferramentas necessárias para isso”, explica.

Durante a visita, os colaboradores do Senar-PB acompanharam o curso de Casqueamento e Ferrageamento de Equinos

Treinamento de Casqueamento e Ferrageamento de Equinos

O maior número de atendimentos será na área da Formação Profissional Rural. Serão, no total, 3.014 pessoas atendidas em treinamentos, cursos e palestras. O intuito é desenvolver conhecimentos e habilidades para efetivar a qualificação no trabalho.

Além dessas áreas, a Assistência Técnica e Gerencial atenderá 90 produtores na fruticultura do vale do Mamanguape, na avicultura em Soledade e Pocinhos e na bovinocultura de leite na região de Paulista, no sertão. Na Promoção Social, Programas Especiais e Departamento de Talentos Humanos serão 1.630 pessoas atendidas. E 315 alunos do curso Técnico em Agronegócio.

NCR

Outra atividade do SENAR é o Negócio Certo Rural (NCR). O curso é um programa em parceria com o Sebrae e pretende capacitar o produtor para administração de pequenas empresas rurais. Todas essas atividades passarão por um grande desafio neste ano de acordo com o superintendente do SENAR-PB, Sérgio Martins.

Clique aqui e assista ao documentário que mostra os resultados do programa NCR em 2017

“2018 tende a ser um ano de muitas atividades no país, e claro que isso afeta o campo de alguma maneira. Contudo, isso também se torna mais um desafio para que a gente tenha um planejamento apurado e zele pela boa execução de 2018”, afirma Sérgio.

Assessoria de Comunicação Sistema Faepa/Senar-PB