SENAR em Campo pinta Valparaíso de verde e amarelo

03/07/2014

Sábado foi dia de pregar os olhos no telão e deixar de respirar por alguns instantes. Com a bandeira no peito ou mesmo em uma pintura do rosto, crianças e adultos torceram juntos, para que o Brasil conseguisse uma vaga nas quartas de final da Copa 2014.

Tendo o Chile como um adversário forte, o coração ficou na boca por dois tempos, prorrogação e, finalmente os temidos pênaltis! Em Valparaíso, os moradores foram para a praça de Céu Azul torcer juntos, durante a segunda edição do Senar em Campo 2014.

Mas o evento não tinha como objetivo apenas transmitir o jogo e, garantiu, durante os intervalos, uma boa dose de diversão e conhecimento.

A equipe do Senar Goiás preparou, com parcerias locias, premiação para quem estava presente. Entre os prêmios disponibilizados: vuvuzela, bola, relógio, e até mesmo uma bicicleta. Para participar, era necessário responder alguns questionamentos sobre a atuação e abrangência do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar). 

Eliane Florindo de Souza, de 44 anos, é diarista e aproveitou o evento para se divertir com a filha Danielly Souza, de 11 anos. Ela conta que nunca tinha ouvido falar do Senar e elogiou a ação. “Peguei as cartilhas distribuídas com as informações sobre os cursos e quero olhar em casa, com calma. Foi bom saber que existem cursos disponibilizados de graça”, completou.

Maria Neide Mascarenhas, de 44 anos, também aproveitou a oportunidade para se inscrever nos próximos cursos. Ela deixou os dados com as promotoras que atuavam no evento e afirma que o artesanato chamou a sua atenção. “Aproveitei para trazer meu filho Marcos Vinícius (11) e minhas sobrinhas Mariane (6) e Natália (11). Achei a iniciativa excelente, uma nova oportunidade”, finalizou.

Campeonato de embaixadinhas

Ao final do jogo, depois de finalmente garantir a vitória brasileira, foi a hora de mostrar a bola no pé, no peito e arrasar nas embaixadinhas. Crianças e adultos disputaram por igual e a torcida fez a roda para ver o show. Fabiano Leonardo Jorge, de 34 anos, conseguiu nada menos que 97 embaixadinhas, sem deixar a bola encostar no chão. Agente de saúde do município, ele ganhou uma bicicleta e garantiu: “Vou presentear minha sobrinha”.

Assessoria de Comunicação do SENAR Goiás
Catherine Moraes
www.sistemafaeg.com.br