SENAR em Campo apresenta cursos de capacitação

24/06/2014

O município de Novo Gama, Entorno do Distrito Federal, recebeu na tarde desta segunda-feira (23) a primeira edição do SENAR em Campo 2014. O evento é realizado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR) e pelo Sindicato Rural (SR) de Luziânia, com o apoio da prefeitura de Novo Gama.

Na programação, que segue até quarta-feira (25), estão inclusas apresentações artísticas, oficinas demonstrativas, esclarecimentos sobre os cursos do Senar e venda de produtos fabricados por participantes das capacitações da entidade. Além disso, está sendo realizada a transmissão dos jogos da Copa e a exibição de uma sessão cinema.

Durante os três dias, promotoras apresentam aos visitantes a lista dos cursos – tipo Formação Profissional Rural (FPR) e Promoção Social (PS) – gratuitos oferecidos à população. Além disso, também são apresentados alguns dos programas especiais da entidade, como o Negócio Certo Rural – que aborda métodos de gestão e planos de negócios -, o EaD Senar, a faculdade de Tecnologia da CNA, o Agrinho – que visa estimular crianças por meio de mudanças de hábitos -, e o Campo Saúde.

A iniciativa tem como objetivo apresentar para a população do Entorno o trabalho realizado pelo Senar e como este contribuí para a realização da educação profissional, da promoção social, para a melhoria da qualidade de vida e para o desenvolvimento sustentável do país. A intenção é, ainda, chamar atenção para a importância da formação técnica rural e de uma Assistência Técnica e Extensão Rural.

A ação passará ainda, durante os meses de junho e julho, nos municípios de Luziânia, Valparaíso, Cidade Ocidental, Cristalina, Alexânia, Águas Lindas, Planaltina e Formosa.  

Oficinas

Em Novo Gama, também foram realizadas oficinas demonstrativas, durante as quais os visitantes podem acompanhar todo o processo de fabricação de laços de cetim, flores de palha de milho, trançado de fita e bonecas de cabaças com a técnica Patchwork.

Segundo a instrutora Mônica de Castro, os cursos de artesanato são mais procurados por mulheres, com idade entre 40 e 60 anos, mas em eventos como o de Novo Gama as peças chamam a atenção até dos mais jovens. Ela conta que além de chamar atenção pela beleza, o artesanato é bastante rentável, sendo “um ótimo complemento do salário”.

A também instrutora Marilene de Souza cita outro ponto importante dos cursos: a função de melhorar a autoestima de quem participa da capacitação. “Tem muita gente que muda de vida com os cursos do Senar. Passa a gostar mais de si mesmo, a se respeitar, a acreditar mais na vida”.

Da cana e do milho

Na área onde foi montada toda a estrutura para o evento, uma das barracas atraiu quem passava: seja pelo cheiro da cachaça e da rapadura ou pela beleza das bandejas feitas com palha de milho e fibra de bananeira. Os produtos são vendidos por associações formadas por pessoas que já participaram de cursos no SENAR. Uma delas é a Associação Arte Amigos, de Novo Gama. Além das bandejas, os 28 integrantes também vendem caixas e peças em crochê.

Já o negócio de José Raimundo Mendes, e da associação da qual ele participa, vem da cana-de-açúcar. No evento de Novo Gama ele apresenta, orgulhoso, o açúcar mascavo, a cachaça e a rapadura. Tudo feito com o conhecimento adquirido nos cursos do SENAR.

Ele conta que, na esperança de aumentar a associação, ele visita fazendas na região e apresenta o produto, o SENAR e sua tabela de ganhos – o que segundo ele, anima os possíveis produtores.

No final da tarde foram exibidos o jogo Brasil X Camarões e o filme infantil Detona Ralph, escolhido entre outras oito opções.

Assessoria de Comunicação do SENAR/GO
www.sistemafaeg.com.br
Foto: Fredox Carvalho