Público urbano se qualifica para buscar trabalho no campo

13/04/2016

O sonho de melhorar de vida é uma unanimidade na turma de 18 participantes da qualificação de Operador de máquinas agrícolas, que está sendo promovida pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (SENAR-MT) em parceria com o Sindicato Rural de Cuiabá e Empresa CaseIH. As aulas ocorrem no Parque de Exposição Jonas Pinheiro, bem no centro da Capital de Mato Grosso.

O motorista Romualdo Carvalho, 25 anos, esperou por quase um ano até conseguir uma vaga no treinamento do SENAR, quando surgiu a oportunidade ele não pensou duas vezes: dispensou alguns freelances e se inscreveu no curso. "Pode parecer que estou perdendo agora, mas sei que vou ganhar lá na frente. Estou pensando no futuro", avalia. "Minha pretensão é ir para o campo, atrás de uma qualidade de vida melhor, ter um salário maior e mais conhecimento na área", revela. 

Romualdo conta que ficou sabendo do treinamento por meio de um amigo, procurou o Sindicato Rural de Cuiabá e ficou na fila de espera. Mesmo assim buscou outros treinamentos na área. "Procurei por informações em empresas privadas que ofertam cursos de colheitadeira. Achei bem caro. O custo seria por volta de R$ 1 mil, mas o curso era só de quatro aulas teóricas e uma prática, fiquei desanimado, porém se não tivesse conseguido esta qualificação do SENAR-MT eu teria que fazer o curso pago mesmo".

Agora o ânimo do participante votou. Ele conta que juntamente com outros quatro colegas da qualificação planejam, assim que receber o certificado, ir para municípios produtores em busca de emprego no campo. "Vamos juntar um dinheiro e sair com rumo certo, Sapezal e Sorriso são alguns lugares que iremos visitar".
  
De acordo com instrutor credenciado junto ao SENAR-MT, João Paulo Barbon, esse "êxodo urbano" não é novidade entre os participantes de cursos do SENAR-MT. "As melhores oportunidades estão nas fazendas produtoras", revela. Ainda mais em época de crise. "Ninguém está a salvo da crise. No campo não é diferente, mas lá ainda tem oportunidades, mas a busca é por um profissional capacitado".

A analista de projetos técnicos do SENAR-MT, Juliana Mardegan, explica que a qualificação tem carga horária de 120 horas e o objetivo é capacitar pessoas da zona urbana para assumirem vagas que estão disponíveis no campo.  "Na Exposição Agropecuária de Cuiabá foi identificada a demanda do público urbano por uma qualificação para que este público pudesse trabalhar na área rural. Fechamos parceria com o Sindicato Rural de Cuiabá para realizarmos 12 turmas até o final de 2016".

A mobilização das turmas está a cargo do sindicato rural. Interessados em informações sobre programação e vagas disponíveis devem entrar em contato com o sindicato pelos telefones 3623-0554 e 3624-1836.

Assessoria de Comunicação do SENAR-MT
www.senarmt.org.br