Produtoras rurais de Capão Alto (SC) participam de encontro de educação e saúde no campo

09/10/2017

Mais de 150 mulheres do meio rural estiveram, durante a última semana, no Centro de Eventos de Capão Alto, na Serra Catarinense. O objetivo foi participar do 6º Encontro Rosa das Mulheres e do Encontro de Educação e Prevenção da Saúde do Campo com o Programa Especial Saúde da Mulher Rural. A data coincidiu com a campanha do Outubro Rosa, o mês de conscientização sobre a prevenção do câncer de mama.

O evento organizado em parceria com o Sindicato Rural de Lages, o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR/SC) e a Prefeitura Municipal de Capão Alto contou com palestras e atividades diversas. A intenção foi a de orientar e conscientizar as produtoras rurais sobre a importância do autocuidado e da prevenção e diagnóstico precoce das doenças femininas. Além de Capão Alto, outros municípios vão receber o programa: São Bonifácio, no dia 26 (quinta-feira), no dia 27 (sexta-feira) será em Campo Belo e no dia 28 (sábado), em São Bernardino.

O evento contou com a presença da coordenadora estadual do programa, Estela Macedo, e da assessora técnica da Diretoria de Educação e Promoção Social do SENAR Nacional, Magali Eleutério da Silva.

Na abertura, tanto o presidente do Sindicato Rural de Lages, Márcio Pamplona, quanto o prefeito Tito Pereira Freitas ressaltaram a importância da mulher no meio rural e o papel delas na gestão das propriedades. Porém, diante do foco do Outubro Rosa, ambos valorizaram a grande participação das mulheres no evento, que foram em busca do conhecimento e das orientações sobre o câncer de mama.

As produtoras rurais tiveram palestras de conscientização sobre, além do câncer de mama, do de pele, colo do útero e demais doenças relacionadas. Todas elas participaram de exames e fizeram coletas de sangue junto à Unidade de Saúde. “Disseminem essas informações sobre os cuidados com a saúde entre todos os seus familiares e vizinhos”, sugeriu Pamplona.

Segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA), o câncer de mama é um dos mais comuns entre as mulheres, respondendo por cerca de 28% dos casos novos a cada ano. A estimativa de novos casos em 2016 foi de 57.960 no País. 

Assessoria de Comunicação do SENAR/SC com informações da Assessoria de Imprensa/Associação Rural de Lages
www.senar.com.br