Negócio Certo Rural transforma vida de pequenos produtores no interior do Estado

07/02/2018

Localizado a cerca de 800 quilômetros de Cuiabá, Nova Nazaré, de acordo com dados da prefeitura, é um pequeno município com pouco mais três mil habitantes. Em março do ano passado, depois de participar do Negócio Certo Rural (NCR), um projeto do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (SENAR-MT), os moradores passaram a olhar a vida e a propriedade rural de forma diferente. "Aprendi a colocar tudo na ponta do lápis e, assim ficou mais fácil de administrar os negócios", conta a produtora rural, Divina Maria, de 53 anos.

Com o objetivo de contribuir para a melhoria da gestão da propriedade rural por meio da capacitação e tendo como foco principal o empreendedorismo, o Negócio Certo Rural tem sido cada vez mais demandado junto ao SENAR-MT. O conteúdo do treinamento com carga horária de 46 horas inclui sete módulos.

Já no primeiro, o participante recebe ajuda para realizar o diagnóstico detalhado da sua propriedade. Além disso, tem a oportunidade de aprender a identificar novas ideias e recebe orientação para observar novas potencialidades e fazer um plano de negócio.

Para Divina Maria, participar do Negócio Certo Rural mudou sua forma de trabalhar. "Passei a calcular com precisão os gastos e lucros". Ela conta ainda que depois que o esposo faleceu se tornou mais difícil administrar o sitio Bela Vista, propriedade da família. "Este foi um dos melhores cursos dos quais já participei", ressalta a produtora. "Todos deviam fazer", aconselha.

Mãe de três filhos, Divina, conta também que tem conseguido, com a renda da propriedade, proporcionar estudos os filhos. Um deles é biólogo e está concluindo Doutorado, em Belém (PA). Já os outros dois estão cursando engenharia Civil, em Nova Xavantina (MT).

Mas não é só em Nova Nazaré que o Negócio Certo Rural ofertado pelo SENAR-MT e parceiros têm transformado vidas. Em Campinapólis fez a diferença para o casal Elizângela Borges e Raimundo Nonato. Produtores e parceiros do Sindicato Rural de Campinápolis, em 2014 participaram do Negócio Certo Rural realizado no assentamento Banco da Terra.

Elizângela conta que o treinamento foi fundamental para o desenvolvimento das atividades realizadas na propriedade onde desenvolvem a cadeia produtiva da piscicultura e horticultura. "Saber como fazer o trabalho da maneira correta, calcular gastos, lucros e comercializar a produção são fatores fundamentais para o sucesso do negócio", definiu.

Assessoria de Comunicação Senar/MT