Mulheres dominam curso de Equitação em Minas Gerais

13/09/2017

Mulheres no comando das rédeas. É isso mesmo. Em Lagamar, no Noroeste de Minas Gerais, mulheres dominaram o curso de Equitação, ofertado pelo SENAR Minas em parceria com o Sindicato de Produtores Rurais do município. Entre doze participantes, apenas um homem.

Durante quatro dias, os participantes aprendem a como lidar com os cavalos que auxiliam nas atividades rurais. “O mais importante é tratar bem o animal, pra ganhar a confiança dele. Isso se ganha com carinho e paciência, principalmente. Mas também é preciso utilizar as técnicas ensinadas no curso para um melhor manejo com os cavalos”, conta o zootecnista e instrutor Fernando Tadeu.

Simone de Freitas mora em Lagamar. Formou-se em Matemática, e está desempregada atualmente. Morou em fazenda por 12 anos, e nesse período o único meio de transporte era o cavalo. “Eu quis fazer o curso do Senar para aprimorar meu conhecimento. Eu achava que fazia certo, mas agora descobri que estava errado. Lidando com o cavalo de maneira correta, sem maltratá-lo, a relação fica bem mais fácil”, conta, empolgada.

Geice Alves nunca deixou a fazenda, nasceu e vive na propriedade da família até os dias de hoje. Aos 27 anos, ela acorda às 03h30min da madrugada diariamente para ajudar a tirar o leite, que é comercializado na região. Apaixonada por cavalos, Geice diz que foi um presente poder fazer o curso do SENAR. “Mexi a vida toda com cavalos, não consigo viver longe deles. Agora que aprendi novas técnicas de manejo, fiquei ainda mais empolgada, as cavalgadas que me aguardem”, brinca, aos risos.

“Trabalhar com as mulheres foi muito especial. Pude mostrar a elas que cavalo não é coisa só para homens. Pelo contrário, em minha opinião, elas têm as vantagens do carinho e da paciência superiores às dos homens”, conclui o instrutor.

Assessoria de Comunicação do SENAR Minas
www.senarminas.org.br