Jornada Acadêmica da Faculdade de Tecnologia CNA aproxima alunos e especialistas

01/10/2015

A Jornada Acadêmica, promovida pela Faculdade de Tecnologia CNA, começou nesta quarta-feira, 30/09, com a participação de estudantes da graduação em Agronegócio e de especialistas do Núcleo Econômico da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e debateu o tema “Perspectivas atuais no Agronegócio”.  O evento segue nessa quinta-feira, 01/10.

Na abertura, o diretor geral da instituição, Abdon Miranda, explicou que a Jornada Acadêmica mais do que atender ao projeto político pedagógico da faculdade mostra aos alunos a importância de fazer um curso na faculdade de duas instituições que contribuem para o sucesso da agropecuária brasileira. “A união de estudantes e especialistas que atuam no Sistema CNA/SENAR para tratar das potencialidades do setor que mais cresce no Brasil é enriquecedora para a formação integral desses futuros profissionais”.

A vice-diretora acadêmica, Fernanda Sguizzatto de Araújo, complementou que a realização do evento é um diferencial importante para que essa interação seja enriquecedora. “Com a Jornada Acadêmica, queremos mostrar aos alunos o que há de atual no agronegócio. Eles têm que ter esse conhecimento para então falarmos de perspectivas futuras.”

Visão geral da agropecuária brasileira

Participaram da mesa redonda  “Perspectivas atuais no Agronegócio”, o coordenador do Núcleo Econômico da Superintendência Técnica (SUT), da CNA, Renato Conchon,  Pedro Henriques, da Superintendência de Relações Internacionais da CNA, e os professores da Faculdade CNA, Fabiano Coser, Emmanuel Aldano e Fernando Rezende Rati, que também atua na SUT e mediou o debate.

          
Renato Conchon  apresentou dados do PIB do agronegócio, reforçando que esse é o único setor que cresce e está empregando no Brasil. E ressaltou a importância do que chamou de conversa com os alunos.

“A faculdade só tem a ganhar ao fomentar esse tipo de discussão para facilitar o entendimento. De uma maneira geral, os cursos de Ciências Agrárias têm altos índices de evasão no Brasil. Por outro lado, o curso que a Faculdade de Tecnologia CNA oferece vem para suprir parte dessa necessidade de formar mão-de-obra qualificada”, avalia.

A situação econômica do país também foi abordada pelo professor Fabiano Coser. “Apesar da fragilidade da nossa economia, o agronegócio vem dando uma lição de que quando há investimento em gestão, produtividade e eficiência existe crescimento” afirmou e destacou que “o agronegócio abre um enorme campo de trabalho em todas as cadeias, tanto para as áreas que estão antes como para as que estão depois da porteira. É um campo imenso de trabalho”.

Diferencial na prática

Os estudantes da Faculdade de Tecnologia CNA ficaram animados com a possibilidade de trocar experiências com especialistas do setor agropecuário e estreitar o contato com profissionais do Sistema CNA/SENAR.

Para Leonardo Bontempo Araújo, do 4º semestre da graduação em Agronegócio, a participação na Jornada Acadêmica agrega valor ao seu aprendizado. “Estudar as técnicas na literatura é bem diferente de vivenciarmos a prática por meio de contato com especialistas. O especialista já passou por todas as fases de pesquisa, traz o resultado, informações, inovações, enfim o conhecimento que precisamos”, comemora Leonardo. 

Suellen Lima, também do 4º semestre, concorda com o colega de turma. “A maioria dos cursos de graduação foca apenas na teoria, que também é importante, mas aqui temos contato com especialistas que vivem na prática a agropecuária. Isso faz com que a gente tenha uma visão mais ampla da área em que vamos atuar”, conclui.

Assessoria de Comunicação do SENAR
Fotos: Gustavo Fröner
(61) 2109-1332
www.senar.org.br
www.facebook.com.br/SENARBrasil
www.twitter.com/SENARBrasil