Itajubá realiza curso de Sanidade e Primeiros Socorros em Equinos

08/01/2018

O controle sanitário e o manejo são fundamentais para o bem-estar da criação de equinos. Foi para prestar esse serviço com qualidade que um grupo de produtores e profissionais que trabalham com cavalos fez o curso de Sanidade e Primeiros Socorros em Equinos do SENAR Minas.

O treinamento foi realizado no Sítio Sabarazinho, em Itajubá, pelo Sindicato dos Produtores Rurais. O curso foi dado pela instrutora e médica veterinária Cláudia Muros. Nas aulas, os alunos aprenderam e tiraram dúvidas sobre os principais cuidados que se deve ter com os equinos e como fazer o controle sanitário.

Dentro da programação de 32 horas, foram apresentadas informações e as principais medidas preventivas, doenças mais acometidas, vacinação, controle de parasitas, como tratar feridas, trabalho do sistema digestório e como as lesões podem prejudicar e interferir na atividade diária do animal.

Outra preocupação levantada nas aulas foi sobre como cuidar do umbigo dos potros, já que, se mal curado, pode ocasionar problemas na saúde do animal. Além da aplicação correta de medicamentos, análise da parte de dentição e higienização. “O curso é bem amplo; trata dos cuidados sanitário que englobam várias atividades. É um treinamento completo e importante para o criador e também para o produtor”, explica a instrutora. O treinamento envolveu pequenos produtores e filhos, veterinários e criadores.

Danilo Santana, um dos alunos da turma, é autônomo e trabalha como domador. Resolveu fazer o treinamento para adquirir mais conhecimento e aplicá-lo em seu trabalho no campo. Esse também foi o objetivo de Paula Gurgel. Formada em Arquitetura, casou-se recentemente com um produtor e veio morar na fazenda, que fica na zona rural de Itajubá. A ideia dela é se qualificar para aplicar os métodos nos animais da propriedade. “Eu não sabia nada; era leiga no assunto. Mas foi ótimo o curso. Agora que conheci o SENAR e a qualidade do trabalho, pretendo fazer mais cursos em outras áreas também”, conta.

Assessoria de Comunicação SENAR Minas