Goiânia sedia Seminário Estadual da Gestão da Contabilidade Rural

03/05/2017

O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural em Goiás (SENAR Goiás), a Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg) e o Conselho Regional de Contabilidade de Goiás (CRC-GO) vão realizar no dia 10 de maio, das 8 às 18 horas, na sede da Faeg, em Goiânia (GO), o ‘Seminário Estadual da Gestão da Contabilidade Rural’. Com a participação de especialistas do setor, o evento vai abordar assuntos relativos ao ITR (Imposto Territorial Rural), correta tributação da atividade para declaração de imposto de renda do produtor, assim como as novas obrigações trabalhistas, previdenciárias e fiscais das empresas e produtores rurais. As inscrições gratuitas para o seminário estão abertas e podem ser feitas pelo site: www.senargo.org.br. Na data do evento, os inscritos poderão doar cinco quilos de arroz. Os alimentos arrecadados serão entregues para uma instituição social.

Segundo o coordenador de arrecadação do SENAR Goiás, Rafael Albernaz, a proposta do evento é de promover aproximação, interação e troca de experiência profissional, entre contadores, contabilistas e produtores rurais de Goiânia e região, além de capacitá-los, especificamente, no atendimento às exigências legais do setor produtivo rural. “A contabilidade rural se torna cada vez mais relevante para os produtores e empresas rurais na medida que o mercado agropecuário vem se mostrando mais competitivo e complexo”, enfatiza.

Rafael explica que o bom planejamento contábil no meio rural contribui ainda mais com os resultados do setor. Para ele, o produtor precisa entender a necessidade de ter uma assessoria contábil de qualidade, estando atento às mudanças de legislação, atualizações das informações de contabilidade, para assim evitar prejuízos em seus negócios. De acordo com ele, não basta apenas que o produtor espere o ano acabar para juntar sua documentação e em seguida levá-la ao contador, para enfim elaborar a declaração de renda. “O produtor hoje precisa se preocupar tanto da porteira para dentro quanto da porteira para fora. É exatamente para este intuito que o Seminário foi criado, para fazer com que o produtor entenda a necessidade de prestar contas com a União, assim como todo cidadão faz, mantendo sua legalidade fiscal”, explica. Em destaque, ele diz que o produtor precisa investir numa assessoria contábil de qualidade, ficando atento às mudanças de legislação, as atualizações das informações de contabilidade.

Contabilidade Rural
De acordo com a contabilista Josenilda Ribeiro da Silva, que participa do seminário na capital goiana, é importante que o público conheça seu negócio, os mecanismos e as ferramentas de gestão. “O produtor precisa entender que se está pagando mais tributos. Ele precisa saber fazer o planejamento do seu negócio, conhecendo as principais estratégicas e os impactos da carga tributária, já que apenas 5% da atividade rural faz sua contabilidade”, explica. Segundo ela, a não adesão da contabilidade é justamente por não conhecer ou por ter uma ideia equivocada sobre a contabilidade. A contabilista afirma que é necessário que o produtor compreenda que o administrador rural é uma peça fundamental, de extrema importância para o controle. “A partir do momento que o produtor formaliza seu negócio ele torna uma empresa como outra qualquer. Portanto, o produtor precisa de um administrador, de alguém que seja seu porta-voz”, explica a especialista. 

ITR
Outro assunto relevante é o Imposto Territorial Rural (ITR). O advogado tributarista e também contabilista, Marciel Augusto Raimundo, diz que o produtor precisa compreender o que integra o assunto, como hipóteses de incidência, isenção, imunidade, mediante ao conhecimento teórico e exemplos da tributação do ITR. Temas como convênios firmados entre a Secretaria da Receita do Brasil (RFB), em nome da União, Distrito Federal (DF) e os municípios para a delegação das atribuições de fiscalização, inclusive a de lançamento de créditos tributários, e de cobrança relativas ao Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural (ITR), também devem ser conhecidos dos produtores rurais.

eSocial
Um dos assuntos que giram em torno da contabilidade rural é o eSocial, um projeto do Governo Federal que traz nova forma de cumprir as obrigações tributárias das empresas. A especialista em arquivos digitais na área trabalhista, Juneir Alves de Souza Goetz, afirma que eSocial não vem apenas para mudar a legislação, mas para saber como as obrigações previdenciárias e trabalhistas têm sido aplicadas. Para Juneir, seminários, como o que acontece em Goiânia, são importantes ferramentas para capacitar os profissionais da área de contabilidade da região, com informações concretas e sólidas. “As informações sobre o eSocial são relevantes para o trabalhador rural, já que ele participa diretamente deste processo. Ele precisa estar ativo, gerando informações para seu contador e prestando contas ao portal do eSocial”, detalha.

Programação
8h – Credenciamento e café da manhã
8h20 – Abertura
9h – Palestra sobre e-Social – Juneir Alves de Souza Goetz
12h – Almoço
13h15 – Palestra sobre Contabilidade Rural – Josenilda Ribeiro da Silva
15h30 – Café da tarde
15h45 – Palestra sobre ITR – Marciel Augusto Raimundo Lima
18h – Encerramento e certificação

Serviço
Data: 10 de maio de 2017
Horário: das 8 às 18 horas
Local: Auditório da Faeg – Rua 87 n° 662 Setor Sul – Goiânia-GO
Inscrições: www.senargo.org.br
Doação de 5kg de arroz na data do evento

Assessoria de Comunicação do SENAR Goiás
www.senargo.org.br