Alunos do curso Técnico em Agronegócio de São José visitam propriedades atendidas pela ATeG

19/05/2017

Entre as atividades previstas na grade curricular do Curso Técnico em Agronegócio ofertado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR/SC), estão as visitas de campo que têm como objetivo aproximar os participantes das realidades vivenciadas nas propriedades rurais do estado. Em uma dessas visitas, os alunos do polo presencial de São José conheceram de perto duas propriedades que fazem parte do Programa de Assistência Técnica e Gerencial (ATeG), também desenvolvido pelo Sistema FAESC/SENAR-SC, em Campo Alegre.

De acordo com a tutora presencial da Unidade Curricular de Assistência Técnica e Extensão Rural, Thalyta Marcílio, a intenção foi aproximar os alunos da assistência técnica e extensão rural, ressaltando a importância de serviços como a ATeG, ofertada pelo SENAR, para o futuro do agronegócio catarinense. “Oportunidades como essa são essenciais para a formação dos alunos, pois complementam os conhecimentos teóricos, além de aproximá-los de uma área que demanda tantos profissionais como a assistência técnica”, observou.

Edison Bernardo Nack é aluno do polo de São José e aprovou as visitas. Para ele, foi possível identificar a importância da ATeG para a evolução das duas propriedades. “Percebemos o quanto as orientações que os técnicos do programa repassam fazem a diferença. Essas informações aliadas aos objetivos de cada produtor é que promovem o sucesso. Em muitos casos os produtores são carentes de informações e com o auxílio da ATeG o risco de erros é significativamente menor”, considerou. 

Segundo ele, as visitas deixaram clara a importância do técnico em agronegócio nesse processo, analisando os diversos cenários que podem ser encontrados. “É importante ter cautela e responsabilidade nas informações, buscando a qualidade de vida e a melhora na renda das famílias rurais, aperfeiçoando a forma de produção, otimizando os recursos e serviços”, concluiu.

CONHEÇA O CURSO

“O Curso Técnico em Agronegócio iniciou em Santa Catarina no ano de 2014. É de nível médio técnico e habilita os profissionais na aplicação de procedimentos de gestão e comercialização do agronegócio, com foco nos diferentes segmentos e cadeias produtivas da agropecuária brasileira”, explica o superintendente do SENAR/SC, Gilmar Antônio Zanluchi. Segundo ele, a iniciativa prepara os profissionais para atuarem em diferentes áreas do agronegócio catarinense, levando informações atualizadas e novas tecnologias ao meio rural.

“São estes profissionais que terão em suas mãos o futuro da agropecuária de Santa Catarina. Com base nos aprendizados que o Curso Técnico em Agronegócio proporciona temos certeza de que eles contribuirão significativamente para instalar avanços nas propriedades, levando mais qualidade de vida e melhoria na produtividade e rentabilidade”, afirmou o presidente do Conselho Administrativo do SENAR/SC, José Zeferino Pedrozo.

Conforme explicou a coordenadora do curso em Santa Catarina, Katia Zanela, a grade curricular das aulas é 80% a distância e 20% presencial, totalizando 1.230 horas com teoria e prática. Nas visitas técnicas os alunos também têm a oportunidade de conhecer a realidade das propriedades catarinenses.

Assessoria de Comunicação do SENAR-SC
www.senar.com.br